quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Plágio

Um dos diretores de arte da Norte Comunicação enviou um email essa semana relatando um ocorrido que há muito tempo eu não via por essas bandas. Um plágio daqueles bem descarados. Segundo a Norte, 8 meses após a publicação do anúncio para a Máxima Segurança, outra empresa que oferecia o mesmo tipo de serviço apareceu nas ruas de Belém com um panfleto muito, digamos, parecido. Vejam abaixo as duas peças e tirem suas próprias conclusões. Shame on you, man.


10 comentários:

Aline Gomes disse...

Urra! rs...

Lídia Karolina disse...

caramba, a pessoa não teve nem o discernimento de mudar as cores. Só inverteu e pronto. É muita cara de pau!

Sazon disse...

Alguem ja sabe o nome da agência?

Rômulo Pinheiro disse...

é muita falta de criatividade mesmo...parabéns a Norte, que teve esse idéia legal. Quero saber o nome da outra agência tbm.

Anônimo disse...

Noooossa descarado mesmo hem?! Como dizem, um inteligente cria o burro vem e copia!

José Calazans disse...

canudinho descarado!!!
Pra mim isso não tem cara de agência, foi o sobrinho

Anônimo disse...

será que foi só um que usou o canudinho?

Vinícius Jr.

Thales Bruno disse...

Bom, isso é o que dá o cara querer pagar pouco para alguém que saiba fazer. Eu faço uma comparação com o prédio da Real Construtora que ruiu na 3 de Maio. Acredito que a construtora não quis gastar em áreas que não dava para economizar e aconteceu o que aconteceu. Esse cliente pegou um cara que não entendia nada de criação e pagou, vejamos, R$ 50,00. Vai ver até o cara possa ter encomendado algo mais legal, mais criativo, e cobrou seus R$ 1.500,00 digamos, e o cliente achou muito caro e quis apenas aproveitar uma idéia já amplamente divulgada, o que sairia mais barato, com alguém que só entendesse de mecher no CorelDRAW, como quase sempre nós vemos por ai. A questão é que agora o cara vai ser visto de maneira negativa. Acreditem: Isso já aconteceu comigo. Fiz um trabalho pro periquito e, quando eu retornei tempos depois, veio outra pessoa e fez um trabalho igual e ainda assinou a "criação". Pirataria brava, sem nenhuma criatividade!

Anônimo disse...

Quem nunca ouviu a Metropolitana de São Paulo precisa ir atrás de uns áudios com o nome GATO TV. Acho que esse caso não é só de um criador pirata, que só conhece o Corel, mas de uma empresa pirata. Reparem que a própria comunicação da empresa deixa rastros: "Sem mensalidade". Pior: OLhem a logo da empresa. Eu não aceitava esse logo na minha.

Victor Hugo Rocha disse...

Concordo com o José, pois esse tipo de coisa é típica de um "sobrinho".

Pela logo dá pra acreditar que a empresa é nova nesse ramo que a cada dia aparecem pelo menos 10, e ainda está economizando pra se inserir no mercado.

Mas se quisermos mesmo descobrir, acho mais válido ligar para os telefones indicados na arte em vez de continuarmos especulando.

Por hora especular tá sendo mais divertido... hehehe