segunda-feira, 27 de abril de 2009

Jornal Público




Peças de oportunidade do Jornal Público em resposta (ou melhor, apoio) à decisão judicial de não permitir mais aquele sangue todo escorrendo nos cadernos policiais dos jornais O Liberal, Diário do Pará e Amazônia. Os três jornais foram proibidos pelo Tribunal de Justiça de publicar imagens de vítimas de acidentes e de mortes brutais.
As peças acima foram criadas pela Dahás, com redação de Luana Pontes, direção de arte de Enzo Henri, atendimento de Leôncio Siqueira e aprovação de Pablícia Natielle - MKT Grupo Livre de Comunicação.
Agora é torcer para que a ordem seja cumprida.

12 comentários:

Anônimo disse...

Brunno Rêgo:
Parabéns pra Lú!!!! Tô gostando de ver.

John Bogéa disse...

bôÔÔa! finalmente, tirem os cadaveres ensanguentados do jornal.

Parabéns ao Enzo, grande parceiro.

Outra Belém disse...

Muito bom! Mas essa solicitação legal já não tinha algum tempo?

Equipe Outra Belém
OutraBelem.com • cinema alternativo, teatro, arte, bar e +

Coisas Minhas disse...

Juro que lembrei da WT Gomes, mas tá massa as peças.

Anônimo disse...

A iniciativa legal é ótima, porém, a criação é meio copy. A WT Gomes já fez exatamente essa idéia há algum tempo, com o mote: "O vermelho tem vida".

José Calazans disse...

é mesmo parece mesmo com que a WT gomes fez, porem, eu vou dar o crédito ao jornal pela iniciativa porque só quem teve a imagem de um amigo em um jornal, vendendo as custas do seu sangue, sabe o constragimento e a revolta que é ver isso no dia seguinte.
Eu já lia o público antes, agora q vou continuar lendo

Camila Bragah disse...

Pq sempre tem um anônimo pra dizer que não tá bom. qual o problema em se identificar?
Peças ótimas, idéia copiada? e aí. a wt fez a peça dela relacionada ao que essa agência tá fazendo?
então, tá, né?
que tal criarmos um banco de dados com todas as campanhas criadas pra todos os clientes do mundo pra não corrermos o risco de usarmos nada que já tenha sido usado antes, heim, heim??
faça-me o favor.

parabéns à agência eao cliente! chega de sangue escorrendo pelas folhas!

Suzana Magalhães disse...

Oi, obrigada por visitar. Muito interessante o seu também. Apareça!

Abs.

Rodrigo disse...

Boa ideia. Ou era isso, ou colocar o selinho de "+18" na capa desses jornais. =P

G disse...

Adorei a campanha! Parabéns à equipe Dahás!

João Felipe disse...

As peças são bem interessantes. Gostei da ideia!

Lívia Suelen disse...

Parabén Lu!
Desejo do fundo de meu coração que continues assim, com idéias lindas e fortes.
Parabéns ao Público também, pois, como disse o amigo aí em baixo, só quem teve um rosto de um ente querido sendo usado para vender jornal sabe o que é isso.
Respeito acima de tudo!