sexta-feira, 12 de junho de 2009

Vagas na Jokerman


VAGA 1: TRAINEE DE CONTATO PUBLICITÁRIO

Estamos ampliando nossa equipe de relacionamento com clientes e parceiros. Queremos formar um novo contato publicitário, nos moldes dos nossos valores, expertises e profissionalismo. Trabalhamos com mídias inovadoras e segmentadas, que exigem conhecimento técnico em comunicação mercadológica, visão holística de mercado e habilidade interpessoal para lidar com os mais variados perfis de clientes. De multinacionais até pequenas lojas ou profissionais liberais.

Critérios mínimos necessários:
1 – Formação na área de comunicação ou marketing (Relações Públicas, Propaganda ou Administração com ênfase em Marketing).
2 – Pacote Office completo (domínio médio ou avançado de Power-point desejável).
3 – Habilitação e carro ou moto própria, com seguro.
4 – Apresentação pessoal (roupas e aparência) condizentes com o cargo e a nossa marca.

Queremos alguém que tenha sede interminável de aprender, seja incansável para vender e visão de futuro. Candidatos que tenham experiência com vendas de qualquer natureza, espírito colaborativo e desenvoltura para preparar e fazer apresentações com criatividade e encantamento serão preferidos.
Oferecemos um programa semi-estruturado de treinamento e aprendizado para a função. Coaching e feedback constante em nível pessoal e profissional. Salário inicial de R$ 465,00 + comissão sobre vendas + ajuda de custo para gasolina.

Interessados, enviar CV para belem@jokerman.com.br, colocando no campo de assunto: CV Trainee Contato Publicitário

VAGA 2: TRAINEE DE PRODUTOR LOGÍSTICO

Estamos ampliando nossa capilaridade de distribuição e portfólio de mídias. Queremos formar um novo produtor logístico, nos moldes dos nossos valores, expertises e profissionalismo. Trabalhamos com mídias inovadoras e segmentadas, que exigem conhecimento técnico em produção em meios impressos, material de merchandising em ponto de venda e ações promocionais ou de guerrilha. A função também exige conhecimentos básicos na área de logística e rotinas administrativas.

Critérios mínimos necessários:
1 – Formação superior em qualquer área, mas afinidade com produção de projetos (engenharia, comunicação social, secretariado ou logística).
2 – Pacote Office completo (domínio médio de Power-point e Excel necessários).
3 – Habilitação para dirigir. Possuir carro ou moto própria será diferencial.
4 – Mínima experiência em levantamento de orçamentos e negociação com fornecedores de qualquer tipo.

Queremos alguém que tenha sede interminável de aprender, seja obssessivamente disciplinado e tenha visão de futuro. Candidatos que tenham experiência com produção ou secretariado, espírito colaborativo e desenvoltura para solucionar problemas rapidamente, com criatividade e encantamento, serão preferidos.
Oferecemos um programa semi-estruturado de treinamento e aprendizado para a função. Coaching e feedback constante em nível pessoal e profissional. Salário inicial de R$ 465,00 + vale-transporte + ajuda de custos para celular + diárias extras em acompanhamento de ações ou projetos fora do horário comercial padrão.

Interessados, enviar CV para belem@jokerman.com.br, colocando no campo de assunto: CV Trainee Produtor

13 comentários:

João Paulo Guimarães disse...

tristeza de salário né? Sempre vai ter alguém pra fazer o que a gente faz ganhando menos.

Anônimo disse...

Não é uma tristeza de salário não. Para muitos que estão começando é um grande salário, e ainda tem comissão, ou seja, você faz o seu salário. Não é só sentar a bunda na cadeira e passar o dia no ar condicionado, nesse vai ter que ralar.

João Paulo Guimarães disse...

tristeza de comentario né?

Anônimo disse...

E ainda tem que ser graduado pra vender anúncios de loja em loja? Não conheço nenhum "contato publicitário" formado em propaganda ou marketing.

Lourival Nunes

Marcio Rolim disse...

Tristeza mesmo, João: "Queremos alguém que tenha sede interminável de aprender, seja obssessivamente disciplinado e tenha visão de futuro". Traduzindo: TRABALHE FEITO UM BURRO DE CARGA E NÃO RECLAME PORQUE TEM UMA FILA DE OUTROS BURROS A FIM DE PEGAR SEU TRAMPO.

Anônimo disse...

É 15:35. concordo com TODOS menos com você. Provavelmente você ainda mora com os pais, você ainda tem tempo de ir ao shopping todos os dias, seu celular é pré-pago, ainda paga meia no ônibus e no cinema, seu cartão é universitário e não cobra anuidade, não tem despesas bancárias, não paga INSS, IPVA, IPTU, ISS, PASEP, Taxa de coleta, de limpeza, incêndio, ambiental... nenhum dos 76 impostos pagos pela maioria dos brasileiros, só o imposto embutido da coca-cola à peça de roupa que todo mundo paga (e nunca se toca) e nos produtos de consumo diário que você tem.

Mas quando você tiver uma casa, tiver o seu cartão anual,seu celular for de conta, tiver o seu carro, seus filhos e não tiver tempo nem de almoçar... mesmo que você ganhe mais de R$ 16 mil/ano e deixar de ser isento, aí sim vc vai concordar que nem mesmo seu salário de R$ 1.320,00/ mês será suficiente. E nesse dia você vai perceber que terá que ter tanta dedicação e espírito de felicidade no trabalho quanto qualquer proposta que você possa conhecer.

Talvez nesse dia sua opinião mude.

Até lá

Anônimo disse...

Não. Tenho filhos, mais de 30 anos e sou dono de agência. Apenas acho que desmerecer um emprego no país que vivemos é no mínimo falta de bom senso. Exatamente por ter que pagar contas e preparar futuro para os meus filhos é que sei da importância de um emprego para quem ta começando ou para quem ja está fora do mercado.
Acho que a discordância aconteceu porque cada um viu com seu ponto de vista.
João Paulo. Não se trata de um comentário triste. Eu ja fiquei desempregado e sem dinheiro para as necessidades dos meus filhos. Deixei a propaganda de lado por uns tempos pra correr atras de dinheiro, depois voltei pra correr atras do sonho e de realização profissional.
E quem pegar esse trabalho, não se sinta menor diante do que foi falado aqui. Apenas trabalhe, pois o resto será consequencia.

Anônimo disse...

Bom, nesse caso 15:35, peço desculpas sinceras pela sua posição considerável na nossa escala de experiência com a vida e no ramo da Publicidade. Você passa de um mero alienado e de um triste comentário no blog para alguém que tem algo mais consistente para nos passar. Algo REAL. Porém meu caro amigo, acho que você apenas usou palavras incovenientes ou não detalhadas para rebater inicialmente a opinião de quem está de fora deste pensamento que você acabou de expor. Por este motivo entendo seu lado e passo a admirar seu modo de pensar.

Mas isto não faz de qualquer empresa que tenha uma posição no mercado ou que propõe uma "boa" opção de trabalho para colocar a exigência de currículo extenso e um salário mínimo, por mais que seja promissor. O problema todo é que nós, LOUCOS POR UM EMPREGO QUE POSSAMOS MOSTRAR O QUANTO ESTAMOS INTERESSADOS E O QUANTO PODEMOS SER EFICIENTES, ESTAMOS TAMBÉM CARENTES POR UM SALÁRIO QUE POSSA DAR O MÍNIMO DE CONFORTO, ALÉM, CLARO DE UMA PROMESSA DE CRESCIMENTO PROFISSIONAL. E que possamos ao menos no fim do mês fazer planos REAIS.

Estamos cansados, caro amigo, de quem nos acha simpático(a) com um bom currículo, educado, planejador, de bom relacionamento.. inteligente ... versátil e blá blá blá.. E QUE CORRESPONDE EXATAMENTE COM O QUE A EMPRESA ESTAVA PROCURANDO mas que: "infelizmente só podemos pagar este salário mínimo".

Caro amigo anônimo (e não é "amigo" lá do congresso não), o que falta nesta cidade é um pouco mais de óleo-de-peroba pra muitas empresas. Outro dia fui ver uma proposta de emprego no ramo de móveis (conceituada loja) exigindo a formação publicitária, para trabalho de 8h~20h (podendo se estender) + sábados (dia de pico). Oferecendo ainda comissão de 1% para vendas de até 80 mil e 2% acima de 80 mil. TRADUÇÃO: Te pago NO MÁXIMO R$ 1.250 se você trabalhar que nem um louco e melhor do que eu, o dono. Detalhe é pela linha de conversa, calculei um faturamento da loja de até R$ 250 mil. Imagina este valor por um único funcionário(a). A proposta de trabalho incluía ainda reformulações visuais em folders, impressos e repalnejamento de marketing por parte do contratado, além claro da prospecção básica. Salario fixo: mínimo.

Agora amigo, me diz que a empresa não tá afim de um burro de carga, escravo, que trabalhe até o fim da vida, não reclame e enriqueça a loja em 30% do que ela normalmente arrecada? Deixa ver... 80 mil menos um salário ... dá... R$79.550de retorno? Bom negócio, né? Melhor que qualquer agiota conseguiria no mercado negro.

Tudo o que quero dizer aqui, é que qualquer pessoa com um perfil destes pode alugar uma sala lá no comércio de Belém a R$ 450 e com um telefone na mão fazer fortunas. E sem precisar da experiência/ oportunidade de mais ninguém.

Se a empresa é séria e quer CRESCER, faça seu funcionário crescer junto com você. É desse modo que penso.

Mas obrigado pelo conselho. Creio sinceramente que um dia isto vai me servir. Valeu.

Sidney Barra disse...

Não entendi pra que tanta baboseira pra dizer que querem contratar um estagiário, no caso um escravo que vai ganhar essa miséria de salário mínimo. Porque não ser justo e falar que querem um estagiário pra ser burro de carga. Pra que enfeitar tanto e pagar um salário de miséria?
R$ 465 eu gasto em um fim de semana.
Eu admirava essa empresa de postais e até ia indicar pra mídia essa semana, já mudei de idéia.
Se pra contratar um estagiário é todo esse auê, imagina pra contratar um profissional de verdade.

Anônimo disse...

Tá puxado. Tá puxado!

Anônimo disse...

Detalhe Sidney não é vaga pra estágio. É emprego mesmo. Tá cruel né? Tá pegando!

Coisas Minhas disse...

MAs pq estão atacando a Jokerman?!?!

João Paulo Guimarães disse...

Quem tá atacando a jokerman??? A Jokerman é uma empresa que tem uma mídia única aqui em belém e no resto do país que proporciona o cliente atingir um target diferenciado de forma simples, criativa e divertida. As pessoas fazem coleção dos postais da Jokerman. Eu como diretor de arte e redator já criei alguns postais pra clientes anunciarem com a Jokerman.
Agora eu, que já passei por muita coisa e já sei como é o lari-lari e as promessas, me dou o direito de comentar sobre uma proposta de emprego como essa. Eu acho que aqui, em um blog, a gente pode deixar o puxasaquismo e a políticagem do tapinha nas costas e discutir como gente grande e pessoas politizadas, como eu acredito que somos né? não? Eu falo por mim. Ninguém atacou a Jokerman. Gosto pra caramba do pessoal lá, mas não é por que já dei uma dúzia de risadas com eles que não vou explicitar aqui esse sentimento de tristeza com a proposta. Vamos parar com esse negócio de pensar que "se o cara não concorda comigo ele me odeia". Só aqui em Belém essas panelinhas xiitas.