terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Marajó


Criação e Redação: Ericka Elianne
Direção de Arte e Ilustração: John Bogéa
Aprovação: Marcelo Araújo

17 comentários:

Anônimo disse...

Preferiram não se arriscar a já usar o acordo ortográfico em "ideia" ou passou batido?

Casa da Redatora disse...

Foi mal, é a força do hábito (e também, o anúncio é retrô). Rsrsrsrs

João Paulo Guimarães disse...

Parabéns pra Ericka e o John pelo anúncio. Eu vi primeiro no site e achei muito bacana mesmo.

Anônimo disse...

Parabéns povo marajoara!
Adorei o anúncio.
Abraços,
natali

Anônimo disse...

Parabéns povo marajoara!
Adorei o anúncio.
Abraços,
natali

lala disse...

Sinceramente, achei muito sem noção...
O povo que lê o jornal não sabe o que é leão de ouro e muito menos Festival de Cannes, que está implicíto.
Foi uma mancada.

Anônimo disse...

Leão? Cannes? Que p... é essa?
Se bobear, tem até gente de agência
que não entendeu o anúncio. Mas afinal, ele é direcionado pra quem: o leitor comum ou o pessoal das agências? Cabe uma reflexão.

Casa da Redatora disse...

Oie Lala querida, estava com saudades de você...

Parece que desta vez você realmente deu uma dentro. Faltou mesmo aquele asteriscozinho com a explicação do que é o Leão de Ouro, essa observação só foi lembrada na sexta, após o anúncio ser enviado e apesar da minha insistência (eu estava até com medo dos torcedores do Paissandu)os colegas acharam que não haveria problema e o "deixa como está" venceu.

É,nem sempre é como a gente quer.

Anônimo disse...

Peraí, o "zeca povão" não entender até vá lá, agora gente de agência não entender???

Putzz, se tiver publicitário sem entender, tá pegando pra ele...

lala disse...

Propaganda que precisa ser explicada com *? A ideia (sem acento) deveria ter sido abortada desde o inicio...

Anônimo disse...

Hum, normalmente o asterisco ou a observação serve sim para explicar e até para livrar muitas vezes o anunciante de um processo por propaganda enganosa, principalmente quando o título promete mundos e fundos e a verdade não é bem aquela.

Teria caído muito bem a observação no anúncio sim, até para evitar a criação do mesmo de críticas que são claramente movidas por questão pessoais.

UMBIGO disse...

Anônimo anterior, você está confundindo as coisas. Asterisco pra "livrar" o anunciante de problemas legais, são válidos, discutíveis, mas sempre vão existir. Vide o caso dos vts de carros que têm aquele catatal de informações que ninguém consegue ler. Por que ainda existem? Por que nem o Conar conseguiu uma solução pra isso.
Agora, asterisco pra explicar a idéia, não existe. Quer dizer que se o leitor não ler aquelas letras miúdas é melhor desistir de entender o anúncio?
Outra: que motivação pessoal que nada. As críticas sobre o anúncio são meramente profissionais. Quando é que o povo daqui vai crescer e parar de se achar o injustiçado porque seu trabalho não ganhou elogios de toda Belém?

lala disse...

Caro UMBIGO, você está certo. Não tive motivação pessoal ao criticar o anúncio, só achei estranho o fato de que ele, para ser entendido, segundo a explicação da redatora que o criou,teria que ter o tal do *. Onde é que a nossa propaganda vai parar se
os anúncios não serem compreendidos, e entendidos de imediato? Quem é que consegue vender produto assim?
PelamordeDeus...

Anônimo disse...

Então, se a intenção da agência foi se mostrar no mercado, neste segmento (agências e anunciantes), a necessidade do asterisco é nula, concorda "umbigo"?
Visto que, para a classe publicitária, inexiste a necessidade de explicação aqui (acredito eu que o povo ligado a essa àrea sabe o que é o Leão de Ouro).
Aliás, todos os que "não entenderam", e postaram aqui, na verdade entenderam muito bem o anúncio...
Tem alguém aqui nesse OB que não saiba o que é um Leão de Ouro?

Anônimo disse...

Tinha algo a venda???

umbigo disse...

Anônimo das 10:28,

Anunciar pro trade. Vamos lá.
Não se trata de crítica, apenas questionamento.

Qual a intenção de colocar um anúncio de publicitário pra publicitário num jornal como o Liberal e numa data como o aniversário da cidade?

Claro, é de se esperar que os publicitários saibam o que é Cannes, Leão de Ouro, etc. Mas e o anunciante(teoricamente, nesse caso, a quem poderia ser direcionado o anúncio) será que conhece?

Gostaria de entender a estratégia.

Anônimo disse...

Gostei do desenho